Sólida infra-estrutura e advogados
            especializados na área previdenciária.

Lesões da Voz e o INSS
O assunto hoje interessa a todos os professores, locutores, telefonistas, vendedores... Enfim, todas as pessoas que fazem da voz a sua ferramenta de trabalho.
Saiba +
Artigos

Motociclistas e o INSS
Publicado no Jornal Comércio da Franca do dia 21/06/2014, Seção Opinião e Debates, pág. 02 (disponível também em http://www.gcn.net.br/noticia/254734/opiniao/2014/06/motociclistas-e-o-inss)
Escrito por: Tiago Faggioni Bachur. Advogado e professor especialista em Direito Previdenciário



Estatisticamente, o maior número de acidente no trânsito ocorre com motociclistas. Em razão disso, foi sancionada, em 18 de junho, lei que enquadra as profissões de mototaxista, motoboy, motofrete e de serviço comunitário de rua como atividades perigosas. Agora, esses trabalhadores passam a ter direito a adicional de periculosidade de 30% sobre o valor do salário, mas só vale para quem é empregado.
 
Paralelamente, abre-se oportunidade de que tenham, também, terem direito à percepção da aposentadoria especial. A exposição habitual ao risco pode motivar a tal modalidade. Neste sentido julgou o STJ ao Recurso Especial n º1306113/SC. Entendeu que eletricitários, cujo serviço é perigoso, teriam tal direito. Lembre-se: aposentadoria especial é devida a trabalhador exposto a agentes nocivos e/ou prejudiciais à saúde ou integridade física. 
 
Nela, o trabalhador se aposenta sem utilizar o Fator Previdenciário (FP) e, com menos tempo. Em outras palavras, com a nova lei reconhecendo periculosidade na profissão, trabalhadores motociclistas poderão se aposentar integralmente com 25 anos de tempo de serviço, e sem a aplicação do fator previdenciário. Para aqueles que não trabalharam todo o tempo em serviço perigoso, o tempo nocivo será contado ‘a maior’ no caso de aposentadoria por tempo de contribuição ou por idade. Assim, se um homem trabalhou 10 anos como mototaxista, e depois trabalhou em outra atividade que não seja perigosa, o tempo como mototaxista será computado como 14 anos (e não 10), caso seja considerada como especial.
 
Tudo isso ainda é novo. Provavelmente, tal como vem ocorrendo com os eletricitários, vigilantes e outras atividades consideradas perigosas, será necessário o trabalhador ingressar na justiça para ter benefício melhor, já que na maioria das vezes o INSS não reconhece direitos. Em caso de dúvida, procure um especialista. (fonte: www.bachurevieira.com.br)
 
------------------
Tiago Faggioni Bachur
Advogado especialista em Direito Previdenciário


------------------------------

O livro mais esperado de Direito Previdenciário chega às LIVRARIAS!




O Livro mais esperado do professor TIAGO FAGGIONI BACHUR acaba de chegar: SUPER MANUAL PRÁTICO DO DIREITO PREVIDENCIÁRIO (Ed. Lemos & Cruz).

O livro é um dos mais completos e atualizados sobre os benefícios pagos pelo INSS, contando com  as novidades ocorridas recentemente (como a aposentadoria dos portadores de deficiência, novas regras do salário maternidade, posição do STF em relação à decadência, etcnão poderiam ficar fora dessa brilhante obra.

 

- INÉDITO;


- MAIS DE 1.600 PÁGINAS;


- DICAS E TESES NOVAS;


- BENEFÍCIOS PAGOS PELO INSS (aposentadorias, auxílios, salários, LOAS, etc)


- BENEFÍCIOS ESPECIAIS DO INSS (talidomida, seringueiro, aeronauta, etc)


- DESAPOSENTAÇÃO e DESPENSÃO;


- Processo Administrativo e Judicial Previdenciário;


- Perda e Manutenção da Qualidade de Segurado;


- MODELOS DE PETIÇÃO;


- Capítulo Especial com as NOVIDADES PREVIDENCIÁRIAS (Aposentadoria do Portador de Deficiência; Novas regras do salário maternidade para o homem; Posição do STF em relação a Decadência; etc)


- Acompanha CD contendo modelos de peças; link para a principal jurisprudência e legislação atualizada; programa de cálculo de tempo e fator previdenciário; etc


- isso tudo E MUITO MAIS!


 

Acompanhe nossos informativos e Aguarde!!!

Logo, mais novidades...



BACHUR & VIEIRA - advogados


acesse: www.bachurevieira.com.br
Escritório: Rua Couto Magalhães, 1846 e 1850 - CEP 14.400-020 - Fone (16) 3403.3468 e 3025-0503 - Franca/SP


Mantenha-se informado em tudo o que acontece na área previdenciária. Acessewww.bachurevieira.com.br.
Notícias previdenciárias atualizadas diariamente!





Voltar


Rua Couto Magalhães, nº 1846 e nº 1850
Centro - Franca/SP - CEP 14400-020
Fone (16) 3403-3468 - 3025-0503

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por