Sólida infra-estrutura e advogados
            especializados na área previdenciária.

Lesões da Voz e o INSS
O assunto hoje interessa a todos os professores, locutores, telefonistas, vendedores... Enfim, todas as pessoas que fazem da voz a sua ferramenta de trabalho.
Saiba +
Artigos

Professor sem Fator
Publicado no Jornal Comércio da Franca do dia 11/09/2015, Seção Opinião e Debates, pág. 02 (disponível também em http://gcn.net.br/noticia/297002/opiniao/2015/09/sem-fator)
Escrito por: Tiago Faggioni Bachur. Colaboração de Fabrício Barcelos Vieira. Advogados e professores especialistas em Direito Previdenciário



Que a atividade de professor é especial, todo mundo sabe. Que merece tratamento diferenciado, não há dúvida. Recentemente, a Turma Nacional de Uniformização (TNU) dos Juizados Especiais Federais (Processo nº 5010858-18.2013.4.04.7205) determinou a exclusão do Fator Previdenciário da aposentadoria dos professores, reconhecendo isso. 
 
A Emenda Constitucional nº 20, de 15/12/1998, garantiu a professores de ensino básico e fundamental a possibilidade de aposentar com menos tempo de contribuição, 25 anos para professoras e 30 para professores. Em regra, o INSS só aceita a atividade de magistério para tal condição. Porém, pela Justiça não é só o(a) professor(a) que tem tal direito, mas funções de direção, coordenação, assessoramento pedagógico e outras congêneres que integram a carreira do magistério, desde que exercidos em estabelecimentos de ensino básico, por professores de carreira. Assim, atividade exercida fora da sala de aula por esses profissionais deve ser computada para fim de concessão de aposentadoria especial.
 
De acordo com a nova postura da TNU, se o texto constitucional tomou a cautela de constar que a aposentadoria ao professor tem redução do tempo necessário à sua concessão, a conclusão é de que tal benefício é especial ao protegê-lo, dentre outros aspectos, pelo desgaste físico e mental, com prejuízo à saúde desses profissionais. Pela decisão, a Lei nº 9.876/99, que trouxe o fator previdenciário, a proteção deve ser compatível com o texto constitucional, garantindo condições diferenciadas para a concessão de benefício de aposentadoria por tempo de contribuição ao professor que comprove exclusivamente tempo de efetivo exercício das funções de magistério, motivo pelo qual o fator previdenciário não deve ser aplicado.
 
Professores que se aposentaram e tiveram a aplicação do redutor, podem pedir revisão do benefício. No mesmo sentido, aqueles que exerceram atividades congêneres e não tiveram o reconhecimento do INSS. Na dúvida, então, sempre procure um especialista.
 
 
Tiago Faggioni Bachur
Colaborou Fabrício Barcelos Vieira, advogados especialistas em Direito Previdenciário


Publicado originalmente com o título: Sem Fator
--------
---
ADQUIRA HOJE MESMO...

O livro mais esperado do Direito Previdenciário e escrito por um dos maiores especialistas da atualidade (Dr. TIAGO FAGGIONI BACHUR) já é um dos mais vendidos no segmento no país: SUPER MANUAL PRÁTICO DO DIREITO PREVIDENCIÁRIO (Ed. Lemos e Cruz).


São mais de 1.600 páginas, mostrando não apenas os benefícios pagos pelo INSS, mas também como funciona na prática o processo administrativo e judicial, os principais erros do INSS, cálculos, temas atuais e polêmicos (como, por exemplo, a DESAPOSENTAÇÃO e a DESPENSÃO), etc.


Traz, ainda, todas as recentes alterações, como a aposentadoria do portador de deficiência, o salário maternidade que pode ser pão aos homens, etc.


Possui, ainda, CD com modelos de petições, programa de cálculo de tempo e de fator previdenciário, informações de índices e salários mínimos de todos os tempos, links para a principal legislação previdenciária e jurisprudência.


Lançado oficialmente em setembro, devido ao sucesso, o livro já começa a se esgotar em algumas livrarias. Quem tiver dificuldade em encontrá-lo, pode entrar em contato pelo email do  bachurevieira@bachurevieira.com.br outiagobachur@bachurevieira.com.br

  

Acompanhe nossos informativos e Aguarde!!!

Logo, mais novidades...



BACHUR & VIEIRA - advogados


acesse: www.bachurevieira.com.br
Escritório: Rua Couto Magalhães, 1846 e 1850 - CEP 14.400-020 - Fone (16) 3403.3468 e 3025-0503 - Franca/SP


Mantenha-se informado em tudo o que acontece na área previdenciária. Acesse www.bachurevieira.com.br.
Notícias previdenciárias atualizadas diariamente!





Voltar


Rua Couto Magalhães, nº 1846 e nº 1850
Centro - Franca/SP - CEP 14400-020
Fone (16) 3403-3468 - 3025-0503

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por