Sólida infra-estrutura e advogados
            especializados na área previdenciária.

Lesões da Voz e o INSS
O assunto hoje interessa a todos os professores, locutores, telefonistas, vendedores... Enfim, todas as pessoas que fazem da voz a sua ferramenta de trabalho.
Saiba +
Introdução



Muitos advogados e estudiosos ficam procurando um tipo de "buraco" na legislação previdenciária, e assim encontrar uma revisão cabível para majoração do benefício e conseqüente recebimento de diferença atrasada.

Assim surgiram as clássicas revisões do "Buraco Negro", "Buraco Verde", ORTN, IRSM, etc...

Mas não é preciso ir tão longe à busca de "buracos" e teses mirabolantes que possam ser utilizadas para melhorar o valor do benefício e receber algo de atrasado.

Infelizmente, o INSS tem aplicado critérios arbitrários no cálculo da Renda Mensal Inicial (RMI), desconsiderando contribuições e/ou períodos trabalhados, atividades especiais, etc.

Também, observa-se que muitas vezes há erros grosseiros por parte da Previdência Social (como apuração da média, soma equivocada, etc).

Em um único dia de trabalho, o escritório "Bachur e Vieira advogados associados", dos 17 clientes que procuraram com a "carta de concessão e memória de cálculo" fornecida pelo INSS, constatou-se que 14 estavam com o benefício calculado de maneira errada pela Previdência Social.

Eram 3 benefícios corretos, 13 errados a favor do INSS e, por incrível que pareça, 1 a favor do segurado.

Constatou-se, ainda, que das 13 erradas em favor do INSS, alguns cálculos de benefícios trazia uma diferença que chegava ser 50% menor do que de fato deveria ser em desfavor do cidadão.
Observa-se, portanto, que não é preciso ir tão longe em busca dos famosos "buracos". A revisão pode estar na própria "cartinha" do INSS.

Em outras palavras, existe uma enorme quantidade de revisões, decorrentes única e exclusivamente de erros materiais e/ou adoção de critérios arbitrários por parte o INSS, que só são localizáveis através do recálculo de concessão do Benefício ou da evolução ao longo do tempo da renda em rigorosa conformidade com os preceitos legais vigentes de cada época.

Neste ínterim, verifica-se que é importante conhecer a forma de calcular cada um dos benefícios e procurar ajuda especializada para saber se o valor calculado pelo INSS está correto.

A seguir, apresentam-se alguns dos exemplos das chamadas "revisões clássicas".


Voltar



Rua Couto Magalhães, nº 1846 e nº 1850
Centro - Franca/SP - CEP 14400-020
Fone (16) 3403-3468 - 3025-0503

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por