NOTÍCIAS

Não deixe a fadiga ganhar espaço - Saiba como manter a saúde física e mental no momento da aposentadoria
03-07-2011

Não deixe a fadiga ganhar espaço - Saiba como manter a saúde física e mental no momento da aposentadoria


 


Passou rápido e o momento da aposentadoria já chegou. Aposentar gera uma mudança significativa na vida dos profissionais. Alguns fazem planos de empreendimentos, outras pessoas só pensam em viajar e descansar, há quem queira se dedicar exclusivamente à família, porém muitos aposentados se sentem cansados e prostrados. O fato é que a vida laboral representa um espaço importantíssimo na vida do ser humano, por isso, se aposentar significa muito mais do que deixar de trabalhar.


Fadiga

Segundo o preparador físico Victor dos Santos, do Centro de Avaliação Física e Treinamento, Caft, a fadiga pode ser definida como um cansaço físico, exaustão ou fraqueza. "Muitas vezes a fadiga é consequência de distúrbios psicológicos ou fisiológicos e, normalmente, ela ocorre em processos contínuos, prolongados e excessivos acima da capacidade da pessoa suportar", afirma.


Como a fadiga pode ser tanto física como emocional, para vencê-la é importante identificar a causa e, em seguida, realizar um tratamento adequado, mas algumas dicas podem ser aplicadas a qualquer pessoa que se sente fadigado.


Investir na saúde


Criar o hábito do exercício para preservar a saúde, em especial, a cardiovascular é fundamental. "É importantíssimo que atividades aeróbias sejam realizadas como, por exemplo, caminhada, bicicleta, natação. Mas sempre com orientação de profissional capacitado", recomenda Santos.


Já o relaxamento ajuda na diminuição do estado ansioso. Segundo Santos, se a tensão muscular estiver ausente é provável que a pessoa sinta-se emocionalmente melhor ficando apta a interagir adequadamente nas situações que estiver envolvida.


Alimentação


Para a consultora alimentar, Roberta Peixoto, a alimentação deve ter atenção especial para vencer a fadiga, pois no processo de estresse o organismo perde vários nutrientes, vitaminas e minerais. Essas perdas devem ser repostas pela ingestão de verduras - como chicória, acelga, brócolis - e frutas, pois são ricas em vitaminas do complexo B e C, além de alguns minerais como magnésio e manganês. Já o cálcio deve ser reposto pela ingestão de leites e seus derivados, alerta a especialista.


 

 

Fonte: InfPREVI (01-07-2011)